Crescimento

Como começar a empreender? 6 passos essenciais para não errar

Escrito por Grupo Fatos

O atual momento econômico vivido no Brasil vem provocando mudanças importantes na vida de um grande número de pessoas. Muitos brasileiros têm o sonho de se tornarem donos do seu próprio negócio, mas perder a estabilidade de um emprego formal ainda é um passo difícil de ser realizado.

Porém, o alto índice de desemprego está contribuindo para o surgimento de novos empreendedores. O empreendedorismo está se tornando uma alternativa interessante para que as pessoas consigam sobreviver à crise.

No entanto, começar a empreender não é nada fácil. Além de conhecer a área de atuação, é preciso estar preparado para enfrentar os desafios, conseguir iniciar e, principalmente, manter o negócio funcionando.

Interessou-se sobre o assunto? Quer aprender como começar a empreender? Continue a leitura deste post e veja 6 passos indispensáveis para não errar na hora de abrir o seu negócio.

1. Invista no planejamento

O primeiro passo para que você possa começar a empreender é investir no planejamento. Qualquer novo negócio, independentemente da área de atuação, depende de um planejamento bem realizado e de ações bem pensadas para atingir seus objetivos.

Parar começar o planejamento você deve pesquisar sobre as oportunidades de negócio que você tem em mente, bem como o futuro de cada um dos mercados e a possibilidade de sucesso. Informe-se sobre os principais aspectos e analise a viabilidade do empreendimento.

Assim, você terá certeza de que não investirá o seu dinheiro em um projeto fadado ao fracasso. Entretanto, é importante ressaltar que um planejamento bem executado não é sinônimo de sucesso. Ele é apenas o primeiro passo para a materialização do seu sonho.

2. Conheça a si mesmo

Depois de avaliar e validar algumas áreas para empreender, é fundamental que você conheça a si mesmo. Por mais que determinada área seja extremamente atrativa e tenha capacidade de gerar boa lucratividade, você não deve investir nela se não for realmente apaixonado por ela.

Suponhamos que a venda de determinado produto está crescendo e ganhando mercado. Após alguns estudos, você percebe que esse produto é inovador e, certamente, será um grande sucesso. Então, investir nele parece ser uma excelente opção.

Porém, você não gosta de trabalhar com vendas e não tem as habilidades necessárias para a função. Assim, por mais atrativo que seja o negócio, a chance de você fracassar é muito grande. Além de não ter expertise no setor, você não gosta e não se sentirá realizado com tal segmento. Pense nisso!

3. Busque inspiração

Uma maneira de aumentar a inspiração e, ainda, aprender com os erros de outras empresas é analisar o caminho traçado por organizações e empreendedores de sucesso, na mesma área de atuação da sua.

Obviamente, não estamos sugerindo que você copie os métodos utilizados pelas companhias de sucesso, mas sim que compreenda os percalços e dificuldades que essas empresas enfrentaram até atingir seus objetivos.

Assim, quando você se deparar com uma situação semelhante, você se lembrará do que outros fizeram e saberá qual foi o resultado, podendo adequar as soluções encontradas no seu próprio modelo de negócio.

4. Tenha um planejamento tributário eficiente

Outra dica importantíssima para aqueles que desejam aprender como começar a empreender é o planejamento tributário. Um dos pilares do sucesso do seu negócio será a realização de um planejamento tributário eficiente.

O Brasil é um dos países com uma das mais altas cargas tributárias do mundo. Além disso, os juros cobrados devido a atrasos são exorbitantes e, muitas vezes, o grande vilão na vida de novos e pequenos negócios.

Por isso, um planejamento tributário eficiente pode ser capaz de minimizar os custos fiscais, respeitando as leis integralmente. O grande diferencial de um planejamento tributário é que por meio de um conhecimento jurídico se permite reduzir a carga tributária e demais taxas que devem ser pagas. Nesse sentido, vale bastante a pena realizá-lo.

5. Determine um valor a ser investido

Determinar um valor a ser investido é mais um passo imprescindível para não errar ao decidir empreender. A sua disponibilidade financeira é fundamental para o início do seu negócio.

Um dos primeiros obstáculos que o empreendedor encontrará em seu caminho será o investimento inicial. Quanto maior o negócio, maior será o investimento a ser realizado.

Empresas que, por exemplo, precisam de máquinas de última geração para conseguirem operar demandam um investimento muito maior do que outros negócios. Os custos de franquias também devem ser considerados, caso elas sejam uma opção na qual você esteja pensando em investir.

Muitos empreendedores acreditam que os custos de franquia são mais baixos, além de eles poderem contar com toda a expertise e a força de uma marca já consolidada. Porém, grandes franquias, por vezes, exigem investimentos bastante altos para poderem ser utilizadas.

Além disso, um passo arriscado tomado por muitos empreendedores é buscar o recurso necessário para abrir seu negócio por meio de financiamentos em bancos ou outras instituições financeiras. O empréstimo pode sim ser uma opção, mas deve ser avaliado criteriosamente. Afinal, não é nada promissor começar uma empresa já com o peso de um grande endividamento.

6. Conte com a ajuda de especialistas

Para finalizar, a última dica de como começar a empreender é contar com a ajuda de especialistas. Você já se preparou, planejou, definiu um valor a ser investido e analisou o caminho que grandes empresas trilharam em busca do sucesso.

Portanto, agora é o momento de buscar parceiros para aprimorar a gestão do seu negócio. Novas tecnologias surgem todos os dias e é praticamente impossível acompanhar essa expansão constantemente.

Nesse sentido, busque sempre por softwares e/ou profissionais especializados em sua área de atuação e adapte as suas funcionalidades/experiências ao seu modelo de negócio.

Pode ser interessante, também, contar com a consultoria de profissionais gabaritados e renomados. Dessa maneira, você terá a experiência e a visão de mercado de pessoas que realmente conhecem o setor.

Lembre-se: independentemente do mercado que você escolher, você não reinventará a roda. Ou seja, por mais inovadora e diferente que seja a sua ideia, sempre existirão profissionais que podem agregar valor à ela e ajudar a materializá-la de forma eficaz.

Seguindo os passos que listamos, começar a empreender não será uma loucura, mas sim um processo com menores riscos de fracasso. Planeje todas as suas ações e, acima de tudo, não tenha medo. Essa talvez seja a principal receita de sucesso dos grandes empresários.

E aí, gostou do nosso post? Para ajudar você a adquirir mais informações indispensáveis sobre como empreender, baixe nosso e-book Guia do Canvas agora mesmo e veja como esse modelo de estratégia pode ajudar o seu negócio. Boa sorte!

Sobre o autor

Grupo Fatos

Com mais de 25 anos de mercado e um atendimento de excelência, nos tornamos um Centro de Apoio ao Empreendedor, estruturado em unidades de negócios de diferentes áreas (Contabilidade, Consultoria, TI, Financeiro e RH), com soluções corporativas que permitem potencializar o futuro de nossos clientes.

Deixar comentário.

Share This