Recursos Humanos

Entenda como a motivação organizacional é um fator-chave para a sua empresa

Escrito por Grupo Fatos

A motivação organizacional pode ser vista como uma espécie de motor para o profissional nas organizações. Sem alguns combustíveis essenciais, esse mecanismo não funciona e as equipes não se mobilizam da maneira mais produtiva. Mas, que variáveis são essas, que podem definir a energia com que um grupo age na empresa?

Existem algumas essenciais como: um escopo de trabalho bem definido, uma comunicação clara, um ambiente colaborativo, uma liderança forte e algumas medidas que visem ao reconhecimento da equipe.

A motivação organizacional não é uma característica permanente, existirão momentos em que ela estará mais alta ou baixa. Cabe à liderança ter sensibilidade para perceber essas variações e atuar de acordo com elas.

O motor motivação

Esse motor pode funcionar melhor, ou pior, de acordo com os combustíveis usados. A equipe pode acelerar mais, ser mais produtiva, ser mais aberta ou criativa. Em momentos de crise, a motivação pode estar em baixa; em momentos de boa produção, o grupo pode estar mais motivado e ativo.

O importante é entender quais combustíveis são mais apropriados para a sua equipe, e que funcionam melhor, de acordo com a sua organização. Alguns times são motivados com benefícios, outros gostam mais de reconhecimento público, outros ainda preferem retorno financeiro. É importante estar disposto a descobrir os combustíveis mais eficazes para a sua equipe.

Escopo de trabalho bem definido

Para estar motivada, uma equipe precisa ter claro para onde deve ir e que caminhos devem ser percorridos para chegar. Um grupo sem orientação pode ficar perdido e despender energia com tarefas pouco importantes. O líder precisa oferecer essa orientação para a sua equipe e estar disposto a contribuir para que essa rota seja corrigida sempre que possível.

O escopo de trabalho é um documento que serve para orientar essa atuação. Ele deve estar de acordo com as estratégias da empresa e com as outras equipes da instituição.

É importante que os outros departamentos funcionem de maneira complementar ao trabalho prestado pelo seu, de forma que ninguém faça um trabalho desnecessário ou duplicado. Ter um escopo de trabalho bem definido também orienta a própria coordenação da equipe sobre como cobrar melhores resultados, e em quais áreas investir em treinamento e desenvolvimento.

Comunicação clara e efetiva

As pessoas se comunicam? Elas se entendem? As mensagens são claras? Tudo isso precisa ser considerado quando o que se quer é motivar um grupo. Muitas vezes o tom com que a mensagem é passada pode elevar ou acabar com a motivação dos times. É preciso calibrar muito bem essa linguagem para que a mensagem seja bem orientada e cumpra de fato o seu objetivo.

Quando o assunto é comunicação, nunca é demais falar que não existem apenas o emissor, a mensagem e o receptor. Ainda mais em tempos de redes sociais, há muitos ruídos que envolvem diversas partes no processo comunicacional.

Ter uma política de comunicação firme e efetiva pode ajudar a manter a motivação das equipes em alta. Afinal, as pessoas têm controle sobre o que é emitido, mas nunca sobre o que é recebido. Cada um tem um entendimento de acordo com a sua compreensão e o seu contexto específico.

Estímulo ao ambiente colaborativo

Outro ponto que contribui para a motivação organizacional é ter um ambiente empresarial favorável, no qual as pessoas se sintam felizes em contribuir e em acrescentar. Se as equipes são constantemente estimuladas a competir entre os próprios membros, as pessoas nunca estarão suficientemente motivadas a ponto de conseguirem alcançar os seus objetivos.

O que precisa haver é o estímulo a um ambiente colaborativo, que mostra o valor de cada um nesse contexto. Quando cada membro da equipe consegue perceber a sua função e coopera para o crescimento do trabalho do outro, o grupo se fortalece e avança muito mais.

Colaborar é fazer junto, construir em rede, atuar de maneira contínua. Um ambiente baseado na colaboração consegue valorizar o que cada um tem de melhor e aproveitar essas habilidades para fortalecer o todo.

Liderança forte e presente

Ter uma liderança forte e presente também é algo essencial para estimular a motivação organizacional. Um bom líder oferece um direcionamento permanente e seguro para os seus liderados e não os deixam sem rumo.

O líder dá o tom da equipe e, dependendo da forma como ele atua, pode construir uma base motivacional robusta ou enfraquecida. Isso depende da energia com que ele conduz o seu grupo e também com o suporte dado à equipe e a clareza com que expões suas expectativas. Não é possível cobrar produtividade do seu time de vendas, por exemplo, se o próprio líder não oferece respaldo.

Outra característica essencial da liderança é o “poder” que ele delega a sua equipe, que se traduz como uma capacidade de empoderamento do grupo mesmo, fazendo com que se sinta forte e autônomo para resolver questões. Um líder muito centralizador tira a capacidade de seu time crescer, quando impede que ele tome decisões. Um bom líder delega, empodera sua equipe em momentos fundamentais para a organização e está sempre firme e presente.

Reconheça o seu grupo

A motivação organizacional está muito ligada a mecanismos de reconhecimento. Entretanto, é preciso saber reconhecer, de fato, cada grupo ou colaborador. Nem todo mundo se sente motivado com as mesmas coisas.

Há pessoas que consideram fundamental o reconhecimento público, como um certificado da diretoria durante uma reunião geral ou a citação do seu nome em público. Outras pessoas gostam de reconhecimentos financeiros, como prêmios em dinheiro ou bônus mensais.

O importante é conseguir perceber que tipo de reconhecimento faz sentido dentro da sua equipe e usar em favor da motivação do time. Reconheça sempre e nunca deixe de destacar as boas práticas dentro da empresa. Isso demonstra que os bons exemplos estão na própria organização, e que os resultados positivos devem ser percebidos e valorizados de forma irrestrita. Os feedbacks oferecidos pela liderança devem sempre considerar isso.

Como já dissemos, a motivação organizacional não é algo permanente. Você vai perceber que ela vai oscilar de acordo com a época, mas o importante é estar atento para perceber quando ela começar a decrescer para agir rápido. Muitas vezes uma reunião fora do escritório, uma visita a um museu em horário de trabalho ou uma boa música, podem motivar muito o grupo em momentos de tensão. Experimente!

Se você quer ter acesso a outras dicas como essa, siga-nos em nossas redes sociais e confira outros conteúdos que podem ser úteis ao seu trabalho!

Sobre o autor

Grupo Fatos

Com mais de 25 anos de mercado e um atendimento de excelência, nos tornamos um Centro de Apoio ao Empreendedor, estruturado em unidades de negócios de diferentes áreas (Contabilidade, Consultoria, TI, Financeiro e RH), com soluções corporativas que permitem potencializar o futuro de nossos clientes.

Deixar comentário.

Share This