Recursos Humanos

Motivação Organizacional: 7 dicas para deixar sua equipe engajada

Escrito por Grupo Fatos

Ser empreendedor é uma arte, dizem muitos conselheiros corporativos. E é verdade. A rotina de quem lidera um negócio é repleta de desafios e competitividade. Isso porque, além dos trâmites e obrigações burocráticas, o empresário não pode deixar de lado a motivação organizacional.

Em outras épocas, ela não era prioridade para as empresas. Mas, hoje, é inadmissível que uma companhia não saiba (e não valorize a sua importância). Para obter sucesso, as empresas devem investir em um ambiente agradável, positivo, desafiador e acolhedor para os seus funcionários.

E, para que esse objetivo se torne realidade, é necessário desenvolver um plano estratégico muito bem definido, pois com o passar do tempo a maioria das pessoas acaba perdendo o entusiasmo.

Como sabemos que o seu dia a dia está sempre atribulado, separamos algumas dicas essenciais que certamente o ajudarão na motivação organizacional dos seus colaboradores e, consequentemente, no aumento da produtividade do seu negócio. Com isso, você conseguirá atingir metas ainda mais ousadas para a sua companhia. Confira!

1. Conheça muito bem a sua equipe

Pode parecer redundante, mas antes de iniciar uma estratégia de motivação organizacional, você precisa conhecer muito bem o perfil de cada pessoa da sua equipe.

Com esses aspectos em seu radar, é hora de colocar em prática as ações para cada tipo de profissional. Uma sugestão muito interessante, e que traz resultados relevantes, é dividir os seus funcionários por faixas etárias e/ou por perfil comportamental. Dessa forma, você acertará em cheio porque em cada época da vida as pessoas têm anseios diferentes.

Um jovem, por exemplo, costuma engajar-se ao se sentir mais valorizado em empresas nas quais o trabalho dele gera repercussão entre as pessoas. Já um profissional de meia idade tende a render mais quando há um reconhecimento financeiro, ou não, pelo seu trabalho. E, por último, os funcionários que estão acima dos 50 anos, em sua maioria, valorizam benefícios que proporcionam qualidade de vida e bônus especiais.

2. Invista em cursos que qualifiquem os seus funcionários

Na hora de pagar um curso ou treinamento para os seus funcionários, não se esqueça dos perfis de cada um deles. Reconheça a dedicação e o esforço deles com a empresa. Leve-os para seminários interessantes.

Mas lembre-se: é preciso ter certeza de qual será o retorno de cada um desses investimentos para eles e para a empresa.

Depois de cada evento e qualificação, procure comemorar essas vitórias ao lado dos seus colaboradores. Isso aumento o ótimo sentimento de ‘dever cumprido’.

3. Estimule a autogestão

O estímulo à autogestão é uma das maiores táticas para obter os melhores resultados de motivação organizacional. Ele desenvolve um sentimento de positividade e confiança que leva o funcionário a sentir-se independente e tomar decisões importantes.

Outra dica valiosa é apontar para os funcionários quais são as funções e responsabilidades deles dentro da empresa. Isso cria uma sinergia entre os membros da equipe.

Mais uma recomendação fundamental, e que maximiza a autogestão, é oferecer sua mentoria para os colaboradores. Sempre que algum profissional procurá-lo para tirar dúvidas, esteja disponível genuinamente para ouvi-lo e auxiliá-lo com o que ele precisa.

Indique bons conteúdos de estudo, compartilhe experiências, cases e exemplos. Com essa atitude, além de ganhar a confiança das pessoas, você terá resultados mais significativos para o seu negócio.

4. Promova feedback regularmente

O feedback pode — e deve — ser aplicado em todas as camadas da empresa porque ele é extremamente eficaz para um trabalho de motivação organizacional.

Realize-o sempre com os seus funcionários, pois assim você fará um bem enorme para a empresa. Todo profissional quer saber no que acerta e no que erra, para melhorar ainda mais ou corrigir suas falhas. Ademais, é imprescindível deixar bem claro que o feedback é baseado em fatos, não em rótulos ou estereótipos.

Por exemplo, em vez de falar que ouviu dizer que seu funcionário está atendendo os clientes de forma ríspida, dê um exemplo concreto de um dia em que o flagrou dizendo uma frase que soou rude. O mesmo vale para feedback de ações que devem ser repetidas de tão boas que são.

5. Desenvolva um plano de cargos e salários

Sim, apesar de não ser a principal queixa das pessoas, a ausência de um plano de cargos e salários não passa confiança para os funcionários. Sem essas informações, eles não sabem até onde podem chegar dentro da empresa e que carreira podem desenvolver dentro dela. Neste sentido, a falta de perspectiva futura pode ser desmotivadora.

Sendo assim, desenvolva um plano de cargos e salários de acordo com as metas e condições financeiras da sua empresa. Os ajustes salariais, alinhados aos planos de carreira, estimulam as pessoas a contribuírem ainda mais para o sucesso da companhia.

6. Invista em benefícios de saúde

As pessoas só rendem o que podem quando estão clinicamente bem. Caso elas não estejam bem de saúde, certamente elas não produzem o quanto poderiam e acabam, inclusive, faltando bastante.

Assim sendo, invista em um plano de saúde privado para seus funcionários e oriente que eles façam exames de rotina. Essa prática é extremamente importante e traz retornos significativos para o dia a dia no local de trabalho. Lembre-se de que a prevenção é sempre mais barata do que os tratamentos médicos.

Hoje, as operadoras de planos de saúde, e muitas empresas ligadas ao bem-estar, ministram palestras que apresentam informações úteis para todos os colaboradores. Busque parcerias com academias, assessorias esportivas e clínicas de medicina ocupacional.

Você também pode oferecer ginástica laboral, frutas da estação e até incentivar que seus funcionários montem grupos de corrida ou caminhada.

7. Busque um parceiro para ajudá-lo no dia a dia da empresa

Uma empresa só tem sucesso quando há motivação no ambiente de trabalho. Além dos trabalhos burocráticos do escritório como pagamento de tributos, acompanhamento das mudanças do segmento, entre outros, o prazer de trabalhar em equipe deve estar sempre visível ao olhar dos colaboradores.

Sabemos que, muitas vezes, você está na correria com diversas burocracias da empresa e acaba não conseguindo investir o tempo necessário para cuidar do clima da sua empresa.

Por isso, sugerimos que você busque um parceiro que o auxilie em temas mais operacionais. Ele dará todo o apoio necessário para as estratégias que melhoram o clima no ambiente de trabalho e também outras demandas do dia a dia do empreendedor.

Enfim, o diálogo constante é a melhor estratégia para manter a motivação organizacional em alta. Sempre valorize e deixe bem claro para o seu funcionário que ele é uma peça fundamental para o sucesso da sua empresa.

No post de hoje, trouxemos as principais dicas sobre motivação organizacional. Quer estar por dentro de várias outras sugestões que o ajudarão no dia a dia da sua empresa? Assine nossa newsletter e receba novidades direto no seu e-mail!

Sobre o autor

Grupo Fatos

Com mais de 25 anos de mercado e um atendimento de excelência, nos tornamos um Centro de Apoio ao Empreendedor, estruturado em unidades de negócios de diferentes áreas (Contabilidade, Consultoria, TI, Financeiro e RH), com soluções corporativas que permitem potencializar o futuro de nossos clientes.

Deixar comentário.

Share This