Finanças

Utilizar o cartão de crédito pessoal ou corporativo? Quais as diferenças?

Escrito por Grupo Fatos

Você sabe dos problemas de utilizar o cartão de crédito pessoal na empresa? Tem entendimento de como usar o cartão de crédito corporativo?

É claro que existem diferenças entre eles e é isso que falaremos neste artigo. 

Nosso objetivo é mostrar a melhor opção para que você administre suas finanças e consiga gerir o seu dinheiro da melhor forma possível. Acompanhe!

Cartão pessoal X cartão de crédito corporativo, qual usar na empresa?

Uma vez que o cartão de crédito corporativo tem a função de justamente separar as contas pessoais daquelas da empresa, o correto é utilizar apenas o cartão de crédito corporativo nas operações comerciais. 

Porém, muita gente ainda acha que cartão é cartão, que são todos iguais, ou que as compras no débito ou crédito não fazem diferença para a contabilidade pessoal e empresarial.

O problema é que essa confusão pode tomar uma proporção imensa e quando você percebe, seu limite de gastos está ultrapassado, o que compromete negativamente o fluxo de caixa do negócio.

A causa? Simplesmente o fato de misturar as contas pessoais com as da empresa. Um dos maiores erros cometidos pelos pequenos, médios e até grandes empresários

Erro esse que pode implicar em sérios desastres para o estabelecimento, desde acúmulo de dívidas até nome negativado e falência da empresa.

Aliás, quem deixa de usar um cartão de crédito corporativo perde inúmeras vantagens que apenas esse tipo de solução oferece.

Nos próximos tópicos, vamos expor algumas situações que comprovam que é melhor utilizar o cartão de crédito corporativo (PJ) do que um cartão pessoa física. Siga a leitura.

1. Cartão PJ controla o fluxo de caixa

Geralmente, acontece uma certa confusão entre as contas particulares e as contas da empresa. 

Uma das causas dessa bagunça é a falta de formalização do negócio, especialmente dos MEIs, que não formalizam completamente o seu CNPJ. Assim, com o tempo vêm as dores de cabeça…

Parece complicado entender? Não é tanto. Isso porque apenas abrir o MEI não basta. 

O ideal é ter uma conta bancária especialmente para as despesas corporativas e rendimentos da organização.

Ou seja, um espaço reservado ao pagamento de custos, recebimento de ganhos, quitação de contas e controle de entradas e saídas. 

Dessa forma, aí sim a empresa estará organizada.

Além do mais, em algum momento sua empresa pode ter que fazer um balanço patrimonial, pedir uma linha de crédito para investimento ou, simplesmente, gerar extratos contábeis para a Receita Federal. 

É aqui que os problemas surgem quando você NÃO USA um cartão de crédito corporativo. 

Do contrário, é muito simples e prático elaborar um relatório contábil de despesas e efetuar pagamentos individuais, por exemplo. 

Portanto, o fluxo de caixa é melhorado com um cartão de crédito para empresa, pois quando você tem somente um cartão pessoal para todas as despesas, é fácil cair na armadilha de gastar tudo que está na conta e ficar no prejuízo.

2. Cartão de crédito corporativo tem mais soluções financeiras 

Como os clientes empresariais fazem mais movimentações financeiras por dia, a maior parte dos bancos criam soluções funcionais para esse público.

Como exemplo, temos a vinda do Open Banking no Brasil, fazendo com que a gestão financeira e a contabilidade da empresa sejam melhoradas.

Afinal, os pacotes de serviços se tornarão mais atrativos, práticos e customizáveis.

Assim, possuir um cartão de crédito corporativo é muito útil nessa hora, visto que você terá acesso a serviços e produtos exclusivos que um cartão para pessoa física não dispõe.

Como visto, um cartão de crédito pessoal tem muito menos benefícios que um cartão de crédito corporativo, o que justifica a utilização do segundo.

3. O cartão PJ é personalizado conforme as necessidades da empresa 

Já pensou em ter um cartão personalizado, com o nome da sua empresa impresso, especialmente pronto para efetuar as operações comerciais?

Pois é, com essa função, o empresário tem a solução ideal para seu negócio, já que habilita o cartão de crédito corporativo conforme as particularidades da sua empresa.

Com isso, o negócio se torna mais organizado, você passa a imagem de um empreendedor organizado – que segue a formalização – e acompanha as mudanças do Fisco. 

Inclusive, o cartão empresarial oferta uma gama maior de soluções, sobretudo o controle de gastos da contabilidade.

Aliás, essa gestão é muito necessária quando mais de um sócio usa a conta bancária do empreendimento.

Sem contar que o cartão de crédito corporativo possibilita que seu banco identifique como age sua empresa no papel de usuário e consumidor, oportunizando serviços que visam o crescimento empresarial.

Dúvidas sobre o cartão de crédito corporativo

Apesar de carregar vários benefícios, é comum que os empresários tenham dúvidas quanto à aquisição e uso do cartão. Veja as principais:

Cartão de crédito PJ tem a função de débito?

Sim, desde que esse ponto seja pontuado no contrato bancário. 

Posso pedir empréstimo para minha empresa com o cartão de crédito corporativo?

Se o objetivo for abrir o negócio, possivelmente não. Contudo, se o pedido de crédito for para investimentos ou pagamento de despesas extras, nesses casos os bancos costumam liberar.

Em todo caso, atente-se aos juros e taxas cobrados em cada operação.

Qual o número de cartões corporativos que minha empresa pode possuir?

Não há um limite pré-determinado. Isso depende do porte do empreendimento e do contrato feito com o banco.

E a compra de materiais da empresa no cartão? Precisa emitir nota fiscal?

Sim. Para contabilizar corretamente as despesas corporativas, o ideal é solicitar um comprovante ou nota fiscal com o CNPJ da organização.

Depois, é preciso fazer a conciliação bancária, ‘batendo’ as notas e comprovantes com as faturas em questão.

Afinal, é complicado adquirir um cartão de crédito corporativo? 

Se essa pergunta fosse feita há algum tempo atrás, até que a resposta poderia ser sim. Mas hoje, a boa notícia é que adquirir um cartão de crédito corporativo é mais simples do que se imagina.

Essa facilidade vem da acessibilidade que os bancos digitais estão proporcionando, o que ajuda os pequenos empresários a cuidar do seu negócio e gerir melhor a contabilidade. 

O cartão PJ pode ser solicitado desde pequenos empreendedores até grandes multinacionais.

Muitas vezes, você precisa apenas do aparelho celular para abrir uma conta jurídica. Outra funcionalidade são as contas digitais PJs – geralmente gratuitas – atreladas ao cartão de crédito corporativo.

Então, aproveite para utilizar esse serviço e previna a inadimplência da sua empresa!   Agora que você já sabe tudo sobre o cartão de crédito corporativo e seus benefícios, saiba agora se é preciso ter um sistema financeiro no início da empresa. Até logo!

Sobre o autor

Grupo Fatos

Com mais de 25 anos de mercado e um atendimento de excelência, nos tornamos um Centro de Apoio ao Empreendedor, estruturado em unidades de negócios de diferentes áreas (Contabilidade, Consultoria, TI, Financeiro e RH), com soluções corporativas que permitem potencializar o futuro de nossos clientes.

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This