Crescimento

TI em pequenas empresas: quais são os impactos dessa estrutura?

Escrito por Grupo Fatos

Sem dúvidas, a tecnologia da informação é um dos setores que mais têm influenciado o desenvolvimento de empresas de pequeno porte. Com os novos métodos e sistemas que surgiram nos últimos tempos, os processos internos ganharam mais velocidade e assertividade — o resultado disso reflete no comportamento dos colaboradores.

Atualmente, eles trabalham de forma mais produtiva e, principalmente, criativa. A automação de atividades também tem se mostrado importante devido às exigências do novo consumidor.

Agora, é preciso estar preparado para atendê-lo com imediatismo, qualidade e, ainda, oferecer ações digitais para tornar sua experiência de compra agradável e inesquecível. Desse modo, o investimento permite que o negócio caminhe em constante inovação.

Ao considerar a estrutura organizacional de modo geral, inserir a TI em pequenas empresas ainda gera outros impactos significativos. Para conhecê-los, basta continuar a leitura deste artigo!

A TI em pequenas empresas traz mais competitividade

Investir em soluções de TI ajuda bastante no posicionamento de pequenas empresas em um mercado tão competitivo. Porém, elas precisam estar à disposição assim que o negócio tem início, para que ele saia à frente de seus concorrentes sem demora.

Alguns negócios, mesmo com muitos anos de atuação, não possuem sistemas de tecnologia implantados e não reconhecem a importância dessa ação.

Com a devida utilização de recursos tecnológicos, sua organização precisará lidar com perda de tempo, desperdício de materiais e problemas estruturais — fatores comuns para quem inicia um novo negócio ou precisa adaptar a empresa a uma nova realidade.

Esse preparo certamente ajuda na fidelização de clientes e no alcance das metasestabelecidas — principalmente no que se trata de um satisfatório retorno financeiro.

Proporciona um maior controle de gestão

O papel fundamental da TI dentro de uma pequena empresa é otimizar processos e serviços. Muito além de agilizar cada atividade, o uso de sistemas, plataformas e softwares contribui para uma gestão mais eficaz.

Um controle preciso passa a ser exercido em diferentes âmbitos do trabalho: estoque, fluxo de caixa, atendimento, comissão e até mesmo nas despesas internas e de manutenção. Quanto mais automatizada for uma tarefa, a menos chances de erros ela estará exposta.

Alguns dos sistemas mais utilizados para isso são o ERP, conhecido como “planejamento de recursos da empresa”, e o CRM, utilizado para “gestão de relacionamento com o cliente”. O primeiro é um software que registra todos os processos da organização da empresa, inclusive aqueles relacionados à gestão financeira.

O segundo é direcionado para construir e zelar pela cartela de clientes, o que permite oferecer um suporte adequado a eles. A cloud computing — ou “nuvem” — consegue armazenar todos esses dados e mais, para que eles sejam acessados de qualquer lugar e a qualquer momento. 

Com o apoio de alternativas como essas, gestores e colaboradores poderão reorganizar o tempo economizado com tais detalhes para outros pontos importantes que, mesmo sendo classificados como urgentes, são adiados e substituídos.

A empresa passa a atuar com mais harmonia e presença, pois os momentos livres serão dedicados ao seu crescimento. Quem já desejava fazer mais por ela poderá finalmente direcionar seus esforços para tanto e ser recompensado por eles.

Gera muito mais oportunidades de trabalho

Uma empresa tecnologicamente atualizada consegue mais oportunidades de trabalho com o passar do tempo. Afinal, ela estará preparada para enfrentar desafios de um mercado em constante mudança e conseguirá se adaptar bem seja qual for o cenário.

Se ele for positivo, consequentemente haverá mais demanda por parte dos consumidores. Como a empresa tem recursos para tornar suas atividades mais rápidas, não terá muitos problemas com a movimentação necessária para atender a tudo.

Em uma situação mais morna, é claro que dificuldades surgirão, mas elas serão controladas mais facilmente e as possibilidades de encontrar soluções também crescerão.

Com isso, a empresa conseguirá mais equilíbrio perante concorrentes diretos, conservará o público sempre interessado em seus produtos e serviços e ainda descobrirá novos caminhos para ampliar seu trabalho e obter sucesso e reconhecimento.

Reduz custos e retrabalhos 

Antigamente, pequenas empresas costumavam sofrer muito com refações de trabalho. Dados e informações eram perdidos facilmente, pois o computador em sua simples função podia apresentar problemas e deixar de salvar o que era necessário.

Atualmente, houve uma diminuição considerável desse tipo de situação graças à implementação de um setor de TI na organização. Com a ajuda de profissionais especializados e ferramentas eficientes, a probabilidade de que algo assim aconteça é quase nula.

Para completar, esse impacto também ajuda a reduzir custos, já que não há tempo perdido durante o período de trabalho. Outra vantagem é a manutenção de equipamentos, que passa a ser realizada de forma interna e dispensa a contratação de outros prestadores de serviço.

Computadores, impressoras, notebooks e demais dispositivos eletrônicos recebem manutenções preventivas e cuidados especiais, o que evita desgastes e trocas urgentes.

Armazena informações com muito mais segurança

Os softwares de segurança empresarial são essenciais para proteger as informações particulares do negócio. Antivírus, plataformas de gestão e recursos de acesso por meio de senha são alguns dos exemplos que ajudam a trazer mais resguardo para os processos digitais adotados pela empresa.

Essas ferramentas também são muito importantes para evitar a perda de cadastros e o vazamento de dados particulares de clientes. Mesmo que não pareça, pequenas empresas também estão expostas a este tipo de transtorno, que pode trazer consequências gravíssimas para a organização e gerar uma péssima reputação.

Portanto, é melhor contar com o auxílio da TI para monitorar e ativar mecanismos de proteção em todo o sistema do que correr riscos desnecessários que podem causar até mesmo prejuízos financeiros.

Como você pode ver, a presença da TI em pequenas empresas causa grandes e positivos impactos para o negócio. A missão tem alguns percalços e, por isso, é fundamental fazer essa implantação com muita calma e planejamento.

Além disso, é interessante estudar e tentar entender ao máximo as várias funções do setor para enxergar resultados mais facilmente e compreender o papel de cada ação dentro do desenvolvimento da empresa.

Direcionar investimentos para a área tecnológica é uma proposta bastante válida. Você pode fazer isso com muita confiança e tranquilidade. Entenda por que você deve contratar uma consultoria de TI e não perca mais tempo para dar esse grande passo em direção ao desenvolvimento de seu negócio!

Sobre o autor

Grupo Fatos

Com mais de 25 anos de mercado e um atendimento de excelência, nos tornamos um Centro de Apoio ao Empreendedor, estruturado em unidades de negócios de diferentes áreas (Contabilidade, Consultoria, TI, Financeiro e RH), com soluções corporativas que permitem potencializar o futuro de nossos clientes.

Deixar comentário.

Share This