Recursos Humanos

Seja mais assertivo no processo seletivo e economize dinheiro.

Escrito por Grupo Fatos

O processo seletivo por competências tem como base a avaliação das competências que o candidato precisa ter para preencher uma vaga específica. Vamos entender o que seriam estas competências?

Por: Sofia Esper
5 min. De leitura

O termo competências é definido pelo conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias para cumprir uma determinada função. Nas entrevistas por competências as perguntas utilizadas tem foco comportamental, levando em consideração situações já vivenciadas com o intuito de identificar a competência necessária.

Essa metodologia traz como benefício maior assertividade no processo, o que reflete no aumento da probabilidade de inserção do profissional mais adequado a vaga, aumentando a produtividade e diminuindo a rotatividade – turnover.

1.Planejamento

Dicas para implantação do processo seletivo por competências:

Descrevendo a vaga

O primeiro passo de um processo é o levantamento das informações básica da vaga, como:

  1. Nome da vaga
  2. Descrição das atividades
  3. Salário
  4. Benefícios
  5. Jornada de trabalho

A dica nesta fase é identificar e mapear também, as informações ligadas ao comportamento e forma de trabalho, como:

  1. Descrição das principais responsabilidades
  2. Desafios e dificuldade do cargo
  3. Definição do superior direto e seu perfil de trabalho
  4. perfil genérico da equipe e ainda a estrutura física da empresa (caso o candidato tenha alguma limitação).

Deve ser mapeado tudo que poderá influenciar no perfil do candidato a ser contratado.

Definição das competências

As competências é o conjunto de conhecimento, habilidade e atitude que são necessárias para que as atividades sejam executadas e entregues como planejado.

Para definir o conhecimento, é necessário descrever tecnicamente todas as atividades a serem realizadas, a dica nesta etapa é através deste mapeamento listar os conhecimentos essenciais para a função. Assim você priorizará os conhecimentos essenciais e visualizará o conhecimento que podem ser trabalhados ou aprendidos.

Já para a definição de habilidade e atitudes, a dica é utilizar além das informações técnicas do cargo, todas as diretrizes da empresa, como: Missão, Visão, Valores e Princípios, afinal é sobre este alicerce que a cultura organizacional deve ser desenhada e disseminada.

2.Recrutamento

Com a descrição detalhada da vaga e do perfil do profissional desejado, é hora de definir os melhores meios de divulgação da vaga, tendo em vista a atratividade de pessoas próximas ao perfil esperado.

Existem vários recursos, como plataformas digitais, cartazes e informativos em estabelecimentos de ensino ou públicos; fórum interno da empresa, jornais, aplicativos, enfim, a importância aqui é analisar todas as ferramentas com maior probabilidade de atingir o público alvo, sem desperdícios de tempo e dinheiro com publicações no “escuro”.

Seleção

Este tende a ser um dos momentos mais extensos e trabalhosos do processo. É nele que o examinador identificará através dos currículos recebidos os conhecimentos técnicos, experiências e possíveis habilidades do candidato.

Existem várias técnicas para identificar qual candidato tem o melhor perfil para aquela vaga, geralmente são utilizados métodos como dinâmica, testes técnicos e testes psicológicos. O método mais utilizado entre as empresas é a entrevista, por isso separamos dicas para que esse passo tão importante do processo seja bem-sucedido.

A entrevista de emprego.
Tem dificuldade com a parte da entrevista? mande suas duvidas pra gente!

Entrevista

A grande base da entrevista por competência é levar o candidato a situações onde ele consiga descrever as atitudes e/ou demonstrar o sentimento que aquela situação o levou a ter.

Este tipo de vivência tende a demonstrar o comportamento que o candidato terá diante da situação exposta e de situações parecidas. Desta forma o examinador consegue avaliar se o candidato possui as competências necessárias ao cargo.

É de grande importância que o examinador se prepare para o momento da entrevista. A leitura prévia do currículo e a elaboração de possíveis situações a serem apresentadas ao candidato fazem parte deste preparo, sempre tendo como base as competências definidas para o cargo.

Alguns exemplo de perguntas são:

Competência necessária – Foco no Cliente.

Pergunta: Você já precisou atender algum cliente que estava insatisfeito com o serviço prestado pela sua empresa? Como você lidou com a situação?

Competência necessária – Flexibilidade.

Pergunta: Você já passou por processos de mudanças no trabalho? Como lidou?

Competência necessária – Liderança.

Pergunta: Você já liderou uma equipe para algum projeto específico? Conte-me os resultados alcançados e como fez para motivar a equipe a alcançar este resultado.

Como em qualquer outra metodologia é possível aliar dinâmicas, testes técnicos, de personalidade e psicológicos, que poderão enriquecer ainda mais seu processo seletivo.

Definir e conhecer as competências necessárias para um vaga específica em uma empresa específica é desenhar um processo seletivo com foco e objetividade, aumentando assim suas chances de sucesso em encontrar talentos.

Sobre o autor

Grupo Fatos

Com mais de 25 anos de mercado e um atendimento de excelência, nos tornamos um Centro de Apoio ao Empreendedor, estruturado em unidades de negócios de diferentes áreas (Contabilidade, Consultoria, TI, Financeiro e RH), com soluções corporativas que permitem potencializar o futuro de nossos clientes.

Deixar comentário.

Share This