Marketing & Vendas

Entenda como funciona a consultoria tributária para e-commerce

Escrito por Grupo Fatos

O e-commerce tem se consolidado, ao longo dos anos, como um espaço seguro e versátil de compras. Por causa do crescimento, o setor teve que passar por um processo de regulamentação. Nos últimos anos, foram promulgadas diversas leis sobre o setor, especialmente quanto ao pagamento de tributos, como o ICMS. Para lidar com todas essas questões, ter uma consultoria tributária para e-commerce é indispensável.

A atuação de profissionais capacitados traz informações poderosas e permite que uma empresa de comércio eletrônico aproveite diversas vantagens. Acima de tudo, é um elemento essencial para a competitividade.

Se quiser entender mais sobre o assunto, continue lendo e veja o que é preciso conhecer a respeito da consultoria tributária para e-commerce.

O que é e para que serve a consultoria tributária?

Uma consultoria tributária, também chamada de fiscal, é responsável por verificar como anda a configuração do pagamento de impostos de uma empresa. Os profissionais do time contratado farão uma análise completa da contabilidade do negócio e poderão determinar se a quitação dos tributos é feita da maneira correta e otimizada.

Para o e-commerce, a consultoria é ainda mais importante. Ela tem a missão de orientar o empreendedor sobre o pagamento de impostos e garantir a regularidade e a viabilidade do comércio eletrônico.

Como esse é um tema relativamente recente, ter o apoio de quem é especialista no assunto facilita a configuração do empreendimento de modo a cumprir todas as regras.

Quais são os benefícios de fazer essa contratação?

A contratação de uma consultoria tributária para e-commerce é vantajosa, em primeiro lugar, porque faz com que o negócio se mantenha dentro da lei. Os profissionais consideram toda a legislação vigente e geram indicações do que tem sido feito de forma incorreta, por exemplo. Com esse diagnóstico, o estabelecimento de comércio eletrônico pode fazer as mudanças para se adequar.

Ao não errar no pagamento de impostos, é possível evitar problemas com a fiscalização, como multas ou responsabilização dos sócios. Os autos de infração se tornam uma questão praticamente eliminada, o que dá maior segurança para o empreendimento.

Além de tudo, o time de consultoria realiza o chamado planejamento tributário. A partir da análise da atividade e de suas projeções, eles determinam qual é o melhor regime de tributação para adotar. Assim, é possível recuperar créditos fiscais e pagar menos impostos de forma legal.

Um e-commerce que adota o Simples Nacional, por exemplo, paga taxas que dependem do tipo de atividade. Empreendimentos que funcionam como marketplace têm uma cobrança maior, que pode até inviabilizar o negócio. Nesse caso, vale mais a pena adotar o lucro real ou presumido — e essa orientação é apenas uma das que são oferecidas pela consultoria.

Por se tratar de uma equipe externa, a consultoria ainda auxilia a desafogar o time interno. Com menos obrigações, os funcionários podem dar atenção a ações realmente estratégicas. Isso aumenta a produtividade, melhora a eficiência e contribuiu para a consolidação de resultados otimizados.

Em longo prazo, a atuação consistente em relação aos tributos ajuda o negócio a se fortalecer e a transmitir uma imagem mais profissional para o mercado. Também é uma forma de reduzir prejuízos e de garantir a viabilidade do empreendimento. Assim, o estabelecimento tem maiores chances de sucesso porque se torna muito competitivo.

Para o dono do negócio virtual, fazer essa contratação significa ter maior tranquilidade e menos imprevistos no caminho. Como consequência, é mais fácil planejar e agir para obter o crescimento da marca.

O que é feito na consultoria tributária para e-commerce?

Mas, afinal, como esse processo é realizado? Para conquistar os efeitos esperados, essa consultoria executa diversas atividades. Como visto, a primeira é fazer uma análise fiscal para verificar se o pagamento de impostos tem sido correto e se todas as informações são adequadas.

Em seguida, é o momento de fazer o planejamento tributário, que pode levar a uma readequação de enquadramento. As etapas são feitas com a legislação mais atualizada, o que evita problemas causados por informações defasadas, por exemplo.

Se a empresa já tiver sido autuada por alguma irregularidade, a consultoria tributária para e-commerce poderá rever processos, realizar uma revisão fiscal e até recorrer da autuação, se for o caso.

A auditoria fiscal é feita quando é necessário ter um diagnóstico muito preciso, como quando a empresa busca obter algum selo de qualidade, por exemplo.

Para melhorar, os profissionais servem como guias para a equipe interna. É possível tirar dúvidas sobre a legislação e resolver problemas com a orientação preparada e com visibilidade.

O ICMS é um exemplo de assunto complexo. Cada estado cobra um valor e há regras de substituição tributária, de emissão fiscal e de outros pontos. Com a legislação em constante mudança, a equipe pode ficar confusa. O papel da consultoria, portanto, também consiste em sanar os questionamentos e alinhar a atuação do negócio.

Outros processos incluem a solicitação e a entrega de documentos, a elaboração de defesas contra sanções administrativas e até a realização de estudos sobre como os impostos podem ser otimizados.

Como escolher a empresa ideal?

A obtenção dessas vantagens na consultoria tributária depende da qualidade de atuação. Se o time não for experiente, preparado ou se não conhecer os pontos da legislação, os resultados positivos não serão conquistados.

Portanto, é crucial fazer uma boa escolha de qual será a empresa responsável pela consultoria. Comece pela avaliação da capacidade técnica, como quem é a equipe designada para a função.

Aproveite para verificar se o empreendimento já atua há alguns anos no mercado e se eles são consistentes. Buscar a opinião de outros clientes ajuda a ter uma ideia sobre como será a contratação e garante uma segurança extra. Veja o que dizem donos de e-commerce e de outros empreendimentos sobre o auxílio na parte fiscal.

Depois de passar por essas etapas, entre em contato com o time responsável. Verifique como é o atendimento e analise qual é a proposta, como os serviços inclusos e a duração da consultoria. Ao ponderar todos esses fatores, você estará preparado para escolher a empresa e aproveitar as suas vantagens.

A consultoria tributária para e-commerce é determinante para ajudar o seu negócio virtual a se manter no mercado. Além de garantir o pagamento correto de impostos, otimiza a configuração para economizar essa cobrança. Para obter esses efeitos, não deixe de contratar uma empresa confiável e especializada.

Quer outras novidades para o seu negócio? Assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos em sua caixa de entrada!

Sobre o autor

Grupo Fatos

Com mais de 25 anos de mercado e um atendimento de excelência, nos tornamos um Centro de Apoio ao Empreendedor, estruturado em unidades de negócios de diferentes áreas (Contabilidade, Consultoria, TI, Financeiro e RH), com soluções corporativas que permitem potencializar o futuro de nossos clientes.

Deixar comentário.

Share This